Início » Lula: “Eu vou viver até 120 anos. Eu já falei para o homem lá em cima: me deixe aqui”
Política

Lula: “Eu vou viver até 120 anos. Eu já falei para o homem lá em cima: me deixe aqui”

Em sua terceira visita ao Rio Grande do Sul para avaliar os impactos da catástrofe climática no estado, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou medidas de apoio às vítimas e expressou contentamento devido à aprovação das medidas necessárias pelo Congresso Nacional. Durante a visita a um abrigo em São Leopoldo, que atualmente acolhe 1.500 pessoas afetadas pela calamidade, Lula compartilhou sua visão sobre longevidade e suas considerações sobre futuras eleições, declarando: “Eu vou viver até 120 anos. Eu já falei para o homem lá em cima: não estou a fim de ir embora, me deixa aqui. Porque eu ainda pensei em disputar umas 10 eleições. Ia de bengala disputando eleição. Mas hoje é um dia feliz porque conseguimos no governo aprovar as coisas que precisa aprovar, não é nenhum favor, é necessidade da gente olhar todos os 203 milhões de brasileiros como irmãos.”

Além do presidente, estavam presentes na comitiva o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, o Comandante do Exército, General Tomás, o Comandante da Marinha, Almirante Marcos Olsen, e o Comandante da Aeronáutica, Tenente-brigadeiro Marcelo Damasceno. Também acompanhavam Lula os ministros Rui Costa (Casa Civil), José Múcio (Defesa), Fernando Haddad (Fazenda), Wellington Dias (Desenvolvimento Social), Nísia Trindade (Saúde), Marina Silva (Meio Ambiente), Waldez Góes (Integração), Paulo Pimenta (Secom) e Jader Filho (Cidades).

Durante o anúncio das medidas de apoio às vítimas, Lula enfatizou aspectos específicos do financiamento habitacional nas áreas afetadas pela catástrofe climática, incluindo a suspensão de parcelas do FGTS e do programa Minha Casa, Minha Vida, bem como a liberação de recursos do FGTS para pagamento de parcelas em atraso. Entre os benefícios adicionais anunciados estão o saque do FGTS para quem tem saldo na conta, antecipação do pagamento do Bolsa Família, ampliação do número de famílias beneficiadas pelo programa no estado, antecipação do calendário de pagamento do Abono Salarial e restituição do Imposto de Renda no primeiro lote para contribuintes gaúchos.

source