Início » Brasil é o 6ºpaís com mais deslocados por desastres naturais
Nacional

Brasil é o 6ºpaís com mais deslocados por desastres naturais

Gilvan Rocha/Agência Brasil - 03/05/2024 Rio Guaíba, usina do gasômetro, em Porto Alegre após chuva intensa

Rio Guaíba, usina do gasômetro, em Porto Alegre após chuva intensa
Gilvan Rocha/Agência Brasil – 03/05/2024

Rio Guaíba, usina do gasômetro, em Porto Alegre após chuva intensa

O Brasil foi o sexto país com mais deslocados por desastres naturais em 2023. A informação consta no World Migration Report (Relatório de Migração Mundial) , divulgado pela OIM (Organização Internacional de Migrações) , nesta terça-feira (14).

De acordo com o levantamento, 745 mil brasileiros precisaram deixar suas casas devido às tragédias. Entre os países da América Latina, o Brasil é quem mais sofreu por causa de desastres naturais.

O relatório aponta que o país registrou seu recorde de deslocados. “O Brasil foi responsável por mais de um terço dos deslocamentos por desastres na América do Sul, com 745 mil, o número mais alto do país desde que os registros começaram em 2008”, diz o texto.

O estudo ainda destaca que Acre, Amazonas, Maranhão, Pará, Paraná e Rio Grande do Sul foram os estados mais afetados. O levantamento atribuiu as fortes chuvas aos efeitos do La Niña e do El Niño ao longo do ano.

Veja abaixo os 7 países com mais deslocados em 2023:

1) China – 4,7 milhões de pessoas
2) Filipinas – 2,5 milhões
3) Somália – 2 milhões
4) Bangladesh – 1,7 milhão
5) Mianmar – 995 mil
6) Brasil – 745 mil
7) Paquistão – 732 mil

Elogio ao Brasil

Divulgado nesta terça-feira, o relatório da OIM considera apenas os dados do ano passado. Assim, os números dos afetados pelos temporais no Rio Grande do Sul serão computados apenas no próximo levantamento.

Ainda assim, o relatório elogia o Brasil por voltar a integrar o Pacto Global para Migrações Seguras, Ordenadas e Regulares após o retorno de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à presidência da República.

“Em 2023, o Brasil voltou a integrar o Pacto Global para Migrações Seguras, Ordenadas e Regulares, após uma mudança de governo, uma decisão saudada pela Rede das Nações Unidas sobre Migrações por reavivar o ‘compromisso do país em proteger e promover os direitos de todos os migrantes que vivem no Brasil, bem como dos mais de quatro milhões de brasileiros que vivem no exterior'”, diz um trecho do relatório.

Guerras

O estudo mostra que, em 2023, houve mais deslocados por desastres naturais do que por guerras, repressão ou violência. “Quase 47 milhões de novos deslocamentos internos no mundo foram registrados no mesmo ano, destacando a urgência de proteger”, diz a agência.

Quer ficar por dentro das principais notícias do dia? Clique aqui e faça parte do nosso canal no WhatsApp

Fonte: Nacional